WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

pastor que referiu mulheres com brinco como ‘lixo’ é afastado


Após a renúncia do pastor Daniel Nunes ao cargo de presidente da Assembleia de Deus em Campina Grande (PB) por conta do episódio em que se referiu às mulheres evangélicas que usam brinco como “lixo”, a direção da Convenção de Ministros da IEAD regional o impôs uma disciplina devido a “fatos novos”.

O ato de disciplinar um pastor é uma medida dura de repreensão a um comportamento considerado inadequado.

A declaração do pastor Daniel Nunes sobre o uso de brincos, em um contexto particular dos usos e costumes da Assembleia de Deus, extrapolou os limites da denominação, gerando ampla repercussão negativa.

Parte da abrangência da repercussão se deu após o pastor Silas Malafaia repudiar as declarações, dizendo que “se o pastor te considera um lixo, nós da ADVEC aprendemos que Jesus recicla lixo, porque a grandeza do evangelho é transformar pessoas”.

Nunes, ciente de seu excesso, veio a público pedir perdão pela maneira como se posicionou. Em um segundo momento, ele renunciou ao cargo de presidente da AD Campina Grande.

Após o pedido público de perdão feito por Nunes, o próprio Silas Malafaia gravou um vídeo elogiando a postura de humildade do colega paraibano:

“O senhor cresceu muito no meu conceito, sabe por quê? Porque eu aprendi que a grandeza de um ser humano não são seus acertos, e reconhecer os seus erros e corrigir suas rotas. Eu, como o senhor, de vez em quando também falo o que não devo. Eu também erro, porque quem fala, quem se posiciona, quem toma atitudes, erra. E a nossa grandeza é reconhecer o nosso erro”, declarou Malafaia.

Disciplina

Agora, de acordo com informações do portal JM Notícia, o pastor teria confessado à direção da Convenção de Ministros da Igreja Evangélica Assembleia de Deus a violação ao 7° mandamento bíblico, o que resultou em sua disciplina.

O pastor Dari Ferreira informou, durante um culto, que Nunes também manifestou arrependimento e fez o pedido de perdão publicamente.

“Nesta reunião do dia 25 [de maio], após a reunião, feito o comunicado à igreja da renúncia do pastor, houve fatos novos, que levou ao presidente em exercício convocar novamente a reunião com a mesa diretora”, introduziu Ferreira.

Lendo o código de conduta da Convenção de Ministros da IEAD, Ferreira explicou a medida disciplinar: “No parágrafo terceiro diz ‘a disciplina ou exclusão é sanção usada pela igreja como meio de afastar da comunhão qualquer membro, auxiliar, diácono, presbítero, evangelista ou pastor, cujo comportamento seja similar aos descritos no artigo 8, ou que pratique qualquer outro ato incompatível com o decoro bíblico”.

“Diante disso aqui, a diretoria e a mesa diretora da Convenção, disciplinou o pastor Daniel Nunes da Silva. Portanto, ele está disciplinado. Todavia, ele me pediu, quer fazer um pedido de perdão, de confissão e perdão à igreja. Ele está aqui e perdão não se nega, perdão se dá”, acrescentou o pastor Dari Ferreira.

Assine o Canal





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com