WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

Militante da esquerda, pastor que desfilou no carnaval aparece com Lula


O pastor Henrique Vieira, que nos últimos anos caiu no gosto da esquerda política brasileira por tentar moldar os ensinamentos do cristianismo à ideologia socialista, está novamente em destaque no corrente ano eleitoral. E como já era esperado, o líder religioso já vem fazendo campanha para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Vieira tem utilizado as suas redes sociais como plataforma de campanha pró-Lula. “Cristãos e cristãs, vamos nos organizar para derrotar Bolsonaro! É tempo de ação! Quem vem?”, postou ele recentemente.

O viés político de Henrique Vieira contudo, não é o que chama mais atenção entre os cristãos. É moralmente questionável apoiar um político como Lula, que já foi acusado, investigado e condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, sendo apontado como o líder de um esquema que desviou bilhões de recursos públicos.

Entretanto, as posições teológicas do pastor Henrique Vieira chama ainda mais atenção. Em 2019, por exemplo, o líder religioso de origem batista apresentou uma visão que vem se popularizando entre os cristãos liberais, que é a “divinização” do subjetivo conceito de “amor” em substituição à pessoa objetiva de Deus revelada pela Bíblia Sagrada.

“Não devemos ter medo do amor. Assim, por que se importar com o beijo gay na televisão e não com o extermínio do povo negro, com a fome, com a concentração de terra, com a violência contra as mulheres?”, disse ele na ocasião.

“Jesus bateu de frente com a tradição. Sempre preferiu a dignidade humana. Considero as diversas sexualidades como expressões da vida. Homofobia e transfobia matam, e a gente não quer perder pessoas em nome de um dogma. Deus não é um dogma, é amor”, afirmou Vieira.

Do carnaval a Lula 2022

Um dos episódios mais polêmicos envolvendo o nome de Henrique Vieira o correu m 2020, quando o pastor chegou a desfilar pela escola de samba Mangueira no carnaval daquele ano.

Na ocasião, ele disse que Jesus “foi honrado” no desfile que, na prática, exalta uma festa regada a uma série de práticas que contrariam os ensinos originais da Palavra de Deus.

“Como pastor, como ator e como discípulo de Jesus, eu vi que Jesus foi honrado”, afirmou ele durante uma entrevista para o UOL. Antes do desfile, Vieira disse que “numa época em que se usa tanto o nome de Cristo para estimular o ódio, o preconceito, a violência, a opressão, a Mangueira vai levar para a avenida o verdadeiro Jesus da Bíblia”.

Na época, um grupo de pastores cariocas chegou a emitir um comunicado repudiando as declarações do religioso. “Tornamos público que não reconhecemos o Sr. Henrique Vieira como pastor evangélico, mas tão somente como um militante de esquerda que visa à captação de votos dos evangélicos”, diz a nota.

No ano atual, Vieira não tem dúvida qual será a sua posição nas urnas. “Derrotar Bolsonaro é um ato de amor”, escreveu o pastor em sua rede social. “O Bolsonarisno é incompatível com o Evangelho. O óbvio precisa ser dito.”

O ex-presidente Lula, apoiado pelo pastor, publicou um vídeo na terça-feira (29), onde Vieira aparece ao lado de figuras políticas e artistas. Assista:

Assine o Canal





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com