WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

Leonardo Gonçalves canta em igreja LGBT: ‘Não represento evangélicos’


O cantor Leonardo Gonçalves se apresentou em uma igreja LGBT e durante sua apresentação declarou que não representa os evangélicos. Em resposta, o pastor Anderson Silva e a vereadora Sonaira Fernandes pontuaram indícios de apostasia.

Um trecho da apresentação do cantor – que assumiu uma postura de ativista político de esquerda – traz um discurso em que os evangélicos são descritos como hostis ao movimento que gerou a igreja LGBT onde ele se apresentava:

“Vocês estão me agradecendo por eu aceitar o convite porque vou sofrer críticas por estar aqui. Mas, o que – entre 1 bilhão de aspas – sofri ou sofro por estar aqui não chega a 1% da maneira como vocês foram tratados, e têm sido tratados. Eu não represento o povo evangélico”, disse o artista.

A igreja LGBT onde ele se apresentou é liderada por Lanna Holder e Rosania Rocha, que adotam uma interpretação das Escrituras que nega a reprovação à homossexualidade, a partir de uma conveniente distorção dos sentidos dos textos sobre o tema.

Nem mesmo o pastor Ed René Kivitz, que recentemente pediu uma “atualização” da Bíblia, negou que as Escrituras reprovam a homossexualidade. Como forma de contornar a contundência da Palavra contra os desvios LGBT, o líder da IBAB afirmou que os “dois ou três textos bíblicos” que reprovam o estilo de vida dos homossexuais são “insuficientes”.

Apostasia

Nesse contexto, o pastor Anderson Silva comentou as declarações do cantor observando que Leonardo Gonçalves “segue o desvio teológico liberal humanista como tantos outros artistas como Marcos Almeida, Jotta A, Priscila Alcântara e Os Arrais”.

Silva pontua que todos eles “possuem o direito de crer e desviarem para onde quiserem”, mas que deveriam ser coerentes com suas escolhas e abrir mão de sua principal fonte de receita: “Devolvam todo dinheiro que vocês fizeram nas costas da igreja evangélica que vocês desprezam”.

“Sejam honrados!”, cobrou o pastor, acrescentando que vivemos um “tempo de apostasia”.

“Agarre-se a fé, os dias são maus! Qualquer pastor evangélico que contratar ou convidar Leonardo Gonçalves estará traindo Jesus, a Bíblia e a verdade!”, finalizou Anderson Silva.

Já Sonaira Fernandes (Republicanos-SP), vereadora na capital paulista e membro da Assembleia de Deus, não escondeu sua frustração com a postura do artista: “Leonardo Gonçalves só esqueceu de mencionar as seletas páginas da Bíblia que diz que a igreja é exclusiva daqueles que confessam e abandonam seus pecados”.

“Que saudade do Leonardo Gonçalves crente, que cantava Getsêmani, Ele Vive, que cantava Sublime. Eu espero que um dia, Leonardo, você volte a ser crente”, acrescentou a vereadora.

Na legenda de sua publicação no Instagram, Sonaira enfatizou que a Igreja de Cristo segue fiel às Escrituras e não será influenciada por ventos de doutrina: “O povo de Deus não será enganado pelas ideologias modernas, o Evangelho de Cristo Jesus é glorioso e não aplaude nossos erros, ao contrário, pede que renunciemos aos nossos pecados. Leonardo Gonçalves abandonou a sã doutrina e está a serviço dos paradigmas da militância LGBT dentro da igreja cristã”.





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com