WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

‘Jesus me pegou pelos braços’, diz menina que se afogou em rio no AP


Uma criança que se afogou num rio, durante um momento de lazer com a família, e precisou ser reanimada e internada na UTI para se recuperar depois do acidente, contou que “Jesus a pegou pelos braços”.

A história de vida da menina Lara Manuella Corrêa da Costa, de apenas 4 anos, será sempre marcada pela experiência excepcional que viveu em dezembro do ano passado, quando se afogou no rio Matapi, num balneário de Santana (AP), município na região metropolitana de Macapá.

Ela e os pais estavam numa área destinada a banhistas quando a menina se afastou, entrou numa parte funda do rio, sem saber nadar, e se afogou. O pai, Huiltemar Rodrigues da Costa, 39 anos, viu a criança afundar, mas não reconheceu a filha, achando que era algum banhista nadando.

“O pior de tudo é que eu vi ela, mas não consegui identificar, porque já estava escurecendo. Quando perguntei pela Lara, caiu minha ficha e nos desesperamos”, contou.

Quando perguntou pela filha e não a encontrou, Costa se deu conta que a pessoa que ele tinha visto era Lara: “Fui na ânsia de tentar alcançá-la e perdi o fôlego. Voltei para a superfície, mas graças a Deus o Fabrício conseguiu encontrá-la. Foi uma sensação horrível, ela já estava totalmente morta, roxa, com os olhos sangrando. Foi muito triste”, relembrou.

Fabrício de Souza Braga, 42 anos, foi quem agiu assim que percebeu que se tratava de um possível afogamento e tirou a menina do fundo do rio, que é conhecido por ter águas turvas.

“Depois de passar alguns minutos procurando, senti uma coisa. Percebi que era a perna dela. Me deu um calafrio de medo, mas sabia que era ela. A criança estava toda roxa, escura. Foi algo totalmente fora do comum”, contou ele, que agora é tratado como um herói pela família de Lara.

Ao tirar a criança da água, já sem vida, um policial penal que estava no local ajudou com os primeiros socorros, fazendo procedimentos de reanimação por 5 minutos, até que a menina voltasse a apresentar sinais vitais.

Jesus

O pai, em entrevista à Rede Amazônica, contou que a menina relatou uma experiência sobrenatural no tempo em que esteve afogada: “Ela fala que foi embora para a água e que Jesus a pegou, que Ele pegou pelos braços dela”.

Costa não titubeia ao definir o que garantiu que sua filha esteja viva hoje: “Milagre divino, não foi outra coisa. A maré estava alta, muito fundo. Uma criança de 4 anos… eu só pensava no pior. Não tem outra explicação: foi milagre”.

A história de Lara ganhou repercussão depois que o pai compartilhou o testemunho nas redes sociais, agradecendo ao socorro prestado por dois estranhos à sua filha: “Não tenho palavras para externar a minha gratidão pelo brilhante ato de heroísmo dessas duas pessoas”.

A menina, ao ser reanimada, foi levada para o Hospital da Criança e Adolescente (HCA) e internada numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta de seu estado de saúde bastante fragilizado por conta do afogamento. Os médicos identificaram uma pneumonia, que foi tratada prontamente.

Depois de receber alta, a menina foi levada para casa e a família agora planeja um encontro de Lara com os dois homens que ajudaram a tira-la da água e reanima-la, para que pudesse ser levada ao hospital.

Menina que ficou submersa em rio por 2 minutos relata: ‘Jesus me pegou pelos braços'
Área de lazer à beira do rio Matapi, onde Lara Manuella se afogou e viu Jesus pega-la “pelos braços”; Foto: reprodução/Arquivo Pessoal





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com