WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

Graham quer missionários brasileiros em seu país


Diante da perseguição religiosa em todas as regiões do planeta, em diferentes níveis, o pastor Franklin Graham afirmou que cristãos não devem temer a adversidade, posicionando-se embasados pela Bíblia Sagrada, e jamais deixar de evangelizar.

Em uma entrevista concedida por ocasião da realização do Esperança Rio 2022, Franklin Graham pontuou que “a necessidade da alma humana continua a mesma, que é ter um relacionamento com Deus”, e por isso a Igreja de Cristo devem seguir cumprindo seu papel de evangelizar.

Temas como as liberdades de expressão e religião, a presença de cristãos na política, a urgência de evangelizar a sociedade, e a volta de Jesus também foram comentados pelo pastor.

Ao ser questionado se a sexualidade na era pós-moderna se tornará uma causa de perseguição contra a igreja, Graham declarou que a questão vai além: “Não é apenas a sexualidade. É se posicionar na Palavra de Deus. E é isso que é tão importante para nós, como cristãos, que nos posicionemos na palavra de Deus”.

“Deus criou o homem e criou a mulher, e Seu desejo para o casamento é entre um homem e uma mulher. Esse é o plano de Deus desde o primeiro dia. Por isso, tentar mudar o plano de Deus é um grande problema. E isso é pecado. Acho importante que a Igreja se posicione e não tenha medo de falar sobre o que é verdade”, acrescentou.

A ideologia por trás das uniões entre pessoas do mesmo sexo, assim como a banalização da disforia de gênero, são iniciativas humanas “contra o plano de Deus e Seu propósito”, nas palavras do pastor:

“Mesmo que o mundo fale contra nós, não importa. Jesus disse aos seus discípulos: ‘Todas as nações vão te odiar por causa do meu nome’. E estamos vendo isso se tornando realidade”, resumiu.

Política

Uma das maiores polêmicas entre cristãos é o envolvimento de fiéis e líderes religiosos com a política, e Franklin Graham tem defendido ao longo dos anos que governos não têm capacidade para consertar nações, só Deus. E por esse motivo é que ele acredita que a presença dos cristãos nessa área é benéfica:

“Às vezes, os políticos pegam questões morais e as transformam em questões políticas, como aborto ou casamento entre pessoas do mesmo sexo. Essas são questões morais. E acho que nós, como cristãos, devemos falar sobre questões morais. Temos que falar se concordamos com impostos ou esse tipo de coisa? Não, isso não é algo que temos que falar. Mas questões morais, sim, devemos falar”, opinou.

Para o pastor, as mudanças em andamento na sociedade indicam que o relógio de Deus se aproxima dos últimos minutos que antecedem a volta de Cristo: “Acredito que estamos chegando aos últimos dias da história como a conhecemos. Isso significa que Jesus Cristo voltará amanhã ou pode ser daqui a 100 anos ou 1000 anos a partir de agora, mas não acho que seja tão longe. Acho que está chegando rápido porque o mundo está mudando muito rápido”, destacou.

É preciso estar atento aos sinais profetizados por Jesus, alertou Graham: “Acho que este é o começo do que veremos, com mais turbulência no mundo, mas que eventualmente levará ao retorno de Jesus Cristo, que acredito que virá mais cedo do que muitas pessoas pensam”.

Ao final da entrevista concedida ao portal Guia-me, Graham externou um anseio: “Eu espero que o Brasil envie um exército de missionários para os Estados Unidos para evangelizar meu país, porque nós viramos as costas para Deus. Há muitos cristãos maravilhosos nos EUA, mas como um todo, nosso país virou as costas para Deus”.





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com