WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

‘Eles têm ódio aos cristãos’


O pastor Silas Malafaia também resolveu se manifestar sobre o episódio em que uma igreja católica foi invadida, no último sábado, por um grupo de manifestantes ligados ao Partido dos Trabalhadores (PT) e ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), liderado pelo vereador paranaense Renato Freitas (PT-PR).

“Tem que botar esse bandido na cadeia, essa cambada na cadeia, e cassar esse miserável”, disparou o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, através das redes sociais.

Se referindo à ideologia de esquerda, Malafaia disse que a invasão ao templo católico “é uma pequena amostra do que eles são. Eles estão mostrando o ódio que eles têm aos cristãos. Essa que é a verdade”.

Aliado do atual governo, o pastor sugeriu que um eventual retorno do PT ao poder, através do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, faria com que episódios como o de sábado possam se repetir no futuro.

“Isso, minha gente, é uma pequena amostra do que eles querem. Isso aí, votem PT!”, ironizou Malafaia. “Além de ter sido o governo mais corrupto da história da nossa nação, eles odeiam, eles escondem, eles são dissimulados, [mas] a essência, a origem deles é comunista.”

Na sequência, o pastor também criticou a imprensa, afirmando que os grandes veículos de comunicação não deram o devido destaque para a gravidade do problema, tendo em vista, que, segundo o Artigo 208 do Código Penal Brasileiro, a perturbação ou impedimento de cerimônia religiosa é um crime passível de prisão.

“Odeiam a ideologia cristã. Está aí a prova: invadiram uma igreja. E a mídia que, na sua maioria, é esquerdopata, [ficou] calada, escondeu isso. Não tem notícia em primeira página, não destaque para nada. Fica aqui o meu protesto. Deus nos livre dessa gente!”, concluiu o pastor.

Em nota, o Partido dos Trabalhadores, mediante à executiva estadual do Paraná, disse lamentar o ocorrido, mas minimizou a situação alegando que no momento da invasão, o templo católico já estaria vazio e a missa já teria sido encerrada, o que foi desmentido pelo padre responsável pela liturgia no momento.

“Uma situação insuportável, barulho muito grande, pedimos que abaixassem o som lá fora, saíssem da escadaria. Mas começaram a dizer que era igreja dos negros. Suspendi a missa, porque não tinha como, não era horário para fazer o protesto”, afirmou o padre, segundo matéria do Gospel Mais.





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com