WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

Colômbia legaliza o aborto até 24 semanas; cristãos reagem com revolta


A Colômbia se tornou mais um país da América Latina a flexibilizar a prática do aborto em seu território, após a Suprema Corte decidir legalizar a morte deliberada de bebês de até 24 semanas de gestação no ventre materno.

Ativistas pró e contra o aborto se reuniram em frente ao Tribunal, enquanto os nove juízes decidiam pela causa. Até então, a prática só era permitida no país em casos de gestação resultante de estupro, mau formação da criança ou risco de vida para a mãe.

A partir de agora, mulheres com até 24 semanas de gestação que desejarem abortar, não precisarão dar qualquer justificativa, segundo o G1. Ao saber da notícia, grupos pró-aborto festejaram fortemente e um dos vídeos com a comemoração viralizou nas redes sociais, causando indignação entre alguns cristãos de destaque aqui no Brasil.

O pastor e escritor Renato Vargens comentou em suas redes sociais: “Como alguém pode celebrar isso? Infelizmente Moloque, o inferno e as esquerdas estão em festa com a aprovação do assassinato de crianças com até 24 semanas de gestação.”

A psicóloga cristã e escritora Marisa Lobo, presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) no Paraná, também reagiu ao vídeo onde ativistas celebram a legalização do aborto na Colômbia. Ela comparou as cenas a um “pedacinho do inferno”.

“Ver as cenas da esquerda comemorando, na Colômbia, a legalização da morte de bebês de até 24 semanas no ventre materno, é como ter uma visão do pedacinho do inferno aqui na Terra. Demônios festejando, essa é a descrição!”, criticou Marisa.

O pastor Marco Feliciano também condenou a descriminalização do aborto na Colômbia. Pelas redes sociais, o líder religioso que também é deputado federal chegou a associar a prática ao crime de “assassinato”.

“É inacreditável. Causa ânsia. Chegamos ao fundo do poço! Esquerdistas comemorando a aprovação do ASSASSINATO DE INOCENTES na Colômbia. Aborto aprovado até o 6º mês de gravidez! Que Deus tenha piedade de todos nós! Minha solidariedade aos que não poderão nascer!”, criticou o parlamentar ao comentar o vídeo.

Com 24 semanas de gestação, o bebê no útero materno está entrando no sexto mês de vida, segundo a enfermeira especialista em Saúde da Mulher e mestre em Saúde e Sociedade pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Joseane Thailine Pereira de Carvalho Romão.

“Nessa fase da gestação o bebê está plenamente desenvolvido, tendo todos os seus órgãos funcionando e o coração batendo. Ele já pode ouvir e sentir a voz dos pais no ambiente externo, sendo inclusive compatível com a vida fora do útero”, disse ela ao Gospel Mais. Assista o vídeo, abaixo:

Assine o Canal





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com