WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

China quer reescrever a Bíblia para moldá-la ao Partido Comunista


Controlada com punhos de ferro pelo Partido Comunista, a China continua avançando em seu processo de “sinicização”, também chamado de “chinização”, que é nada mais do que a tentativa de moldar todos os costumes, valores e princípios da sua população aos ideais do seu governo, algo que envolve até mesmo a tradução da Bíblia Sagrada.

Não se trata de apenas valorizar a cultura local, mas sim de exterminar a influência de outras culturas, perspectivas e ensinos em solo nacional, mesmo que para isso seja preciso reescrever livros históricos como a Bíblia. É o que explica Todd Nettleton, porta-voz da organização The Voice of the Martyrs (VOM).

“Este é um projeto que o Partido Comunista Chinês anunciou em 2019. Na época, eles disseram que seria um processo de cerca de 10 anos… para liberar uma nova tradução da Bíblia”, disse ele.

Todd explicou que o objetivo do regime comunista chinês é adaptar os textos da Bíblia aos ensinamentos do confucionismo e do budismo, doutrinas essas que envolvem misticismo, filosofia oriental e religião. Além disso, obviamente, também terá a inclusão de trechos que “apoiaria o Partido Comunista”, diz ele.

Na prática, essa tentativa de moldar o cristianismo histórico à ideologia comunista já vem sendo praticada através do monitoramento estatal da atividade religiosa no país. Igrejas cristãs, por exemplo, só podem funcionar sob a tutela do governo, o qual interfere até mesmo no conteúdo da pregação dos pastores e padres.

Os líderes cristãos que não aceitam se submeter a esse controle são considerados dissidentes do regime, sendo encarados como uma ameaça ao governo, e suas igrejas são consideradas “clandestinas”.

“O Partido Comunista Chinês (PCC) anunciou planos de atualizar a Bíblia para ‘acompanhar os tempos’. As revisões incluirão a adição de ‘valores socialistas centrais’ e a remoção de passagens que não refletem as crenças comunistas”, diz um comunicado da VOM no Facebook.

Segundo VOM, um dos textos bíblicos que supostamente será distorcido está localizado em João 8, na passagem onde Jesus se depara com a mulher apanhada em adultério. A Bíblia contém a seguinte narrativa original:

Cristo: “Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?”

Mulher: “Ninguém, senhor.”

Cristo: “Então eu também não te condeno. Vá agora e deixe sua vida de pecado.”

A tradução feita pelo Partido Comunista da China, no entanto, altera o texto dizendo que “quando todos saíram, Jesus apedrejou a própria mulher e disse: ‘Eu também sou um pecador’.” Esse trecho, segundo a CBN News com base no relato da VOM, está presente em um livro que já foi publicado em setembro de 2020.





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com