WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

Baleado, veterano de guerra conta como Deus o ‘escondeu’ da morte


O testemunho de vida do veterano de guerra John M. Arroyo Jr. é uma verdadeira lição de persistência e superação. Dependente de drogas desde a sua adolescência, o militar aposentado passou por um longo caminho de lutas, antes de entregar a sua vida a Jesus Cristo.

Tudo começou quando Arroyo perdeu o seu pai aos 5 anos de idade. Sua vida declinou para a rebeldia desde então. Na adolescência, ele já havia tido um filho e também se viciado em metanfetamina.

Apesar do vício, Arroyo se alistou no Exército dos Estados Unidos, onde vive, e conseguiu ingressar nas Forças Especiais. Durante esse período, conheceu Angel, uma mãe de dois filhos, com quem se casou.

A dependência química do veterano, contudo, afetou o casamento, resultando em duas tentativas de suicídio de Angel. Arroyo chegou a ir lutar duas vezes no Afeganistão e uma no Iraque, enquanto a sua vida familiar atravessava por uma tempestade.

“Eu estava com raiva e malvado, e beber piorava as coisas”, disse Arroyo, segundo informações da AG News. De volta aos Estados Unidos, o veterano de guerra aceitou um convite para ir a uma igreja de amigos. Ele foi acompanhado da sua esposa, e ambos iniciaram um relacionamento com Deus.

Livramento

Já tendo um relacionamento com Deus, em 2014, Arroyo passou a trabalhar como líder de pelotão do Corpo de Serviços Médicos em Fort Hood. Em certo dia, ainda no seu carro perto ao local de trabalho, ele ouviu disparos.

Logo em seguida, Arroyo foi surpreendido com um homem que parou ao seu lado, portando uma pistola. Ele foi alvejado no pescoço. A bala atravessou, rasgando a sua jugular, ficando alojada no ombro direito.

O atirador foi  Ivan A. Lopez, também um veterano de guerra de 34 anos que naquele dia estava atordoado, após a morte da sua avó e mãe em menos de dois meses. Na mesma ocasião, ele matou três pessoas e deixou outras feridas na base de Fort Hood.

Arroyo seria a quarta vítima fatal, mas algo sobrenatural aconteceu. Caído no chão, agonizando, ele disse que ouviu uma voz: “John, levante-se, ou sua esposa vai morrer”. Era Deus falando, dizendo que Angel não suportaria perder o marido.

“Tive que ter fé para tentar obedecer à voz de Jesus”, disse Arroyo. “O Senhor me deu habilidade sobrenatural.” Com isso, o militar conseguiu se levantar e caminhar cambaleando para a base do Corpo de Serviços Médicos.

Antes disso, porém, o veterano disse que viu Lopez vindo novamente em sua direção. Ele achou que iria morrer, mas surpreendentemente o atirador se virou e saiu do seu caminho, como se não tivesse lhe visto. Arroyo acredita que Deus o escondeu.

O veterano de guerra passou por longos quatro anos de recuperação, até conseguir voltar a falar e a recuperar o movimento parcial do braço direito. Ele escreveu o livro “Atacado em Casa! A sobrevivência de um boina verde do tiroteio de Fort Hood”, e atualmente ele serve a Deus em uma igreja Assembleia de Deus, juntamente com a sua esposa.

“Vimos milagre após milagre após milagre para nos ajudar a superar tudo”, disse Angel, a esposa. “Estamos mais próximos agora do que nunca.”





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com