WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

Acusado de “conversão”, pastor é amarrado e espancado por hindus


O radicalismo religioso na Índia tem sido um grave elemento de perseguição contra a liberdade dos cristãos que vivem no país. Recentemente, um pastor que prega o evangelho há 18 anos chegou a ser sequestrado, amarrado em um poste e espancado em plena luz do dia e aos olhos de todos.

O pastor Kelom Kalyan Tete contou o seu testemunho ao Morning Star News, após um vídeo onde ele aparece amarrado, cercado por uma multidão de pelo menos 150 hindus, viralizar nas redes sociais. Tudo aconteceu em 25 de fevereiro passado, na Capital Nacional de Délhi, o que chama ainda mais atenção.

“Uma enorme multidão de cerca de 150-200 pessoas me cercou e me agrediu, incluindo crianças em idade escolar que me chutaram com as pernas”, relatou o pastor. “Eles me bateram na cabeça tantas vezes que comecei a sangrar pelo nariz e pela boca.”

Inicialmente, Tete foi sequestrado por radicais hindus em um local mais isolado, enquanto estava com seus pertentes e se deslocava com uma motocicleta. Ele então foi levado para um cruzamento situado em Fatehpur Beri Chowk, no sul de Delhi.

No local, aos olhos de todos, o pastor foi amarrado a um poste de ferro, enquanto o público apenas assistia a cena, sem qualquer interferência ou questionamento em favor do líder religioso.

Sendo acusado falsamente de “conversão forçada”, o pastor passou a ser agredido com tapas, socos, chutes e objetos. “Eles pegaram água e jogaram no meu rosto, limparam o sangue que escorria com um lenço e começaram a me bater novamente”, disse o pastor.

“Fiquei em silêncio como se Jesus estivesse na cruz. Todas as minhas forças se foram. Minha visão ficou turva e eu não conseguia ouvir direito por causa de vários tapas no rosto. Perdi a voz por algum tempo e não consegui mais gritar por ajuda”, lamentou o pastor.

Hindus radicalizados

O radicalismo hindu passou a crescer vertiginosamente na Índia a partir de 2014, quando o partido ultranacionalista hindu Bharatiya Janata conseguiu ser eleito para assumir o governo.

Em sua visão, o Janata prega que a “pureza” da Índia deve ser preservada, de modo que qualquer religião estrangeira não deve ser tolerada. Por essa razão, leis anti-conversão foram aprovadas em vários estados do país, ampliando o cerco de perseguição às minorias religiosas, como os cristãos.

A acusação de “conversão forçada”, portanto, tem sido um meio usado pelos radicais hindus de perseguir os cristãos, pois o objetivo é incriminá-los de acordo com essas leis. O pastor Tete, por exemplo, disse que mesmo após a sua sessão de tortura ter sido gravada por câmeras de segurança, a Polícia local vem tentando culpá-lo pelo ocorrido.

“Tudo foi capturado pelo CCTV”, disse ele ao se referir aos sistemas de vigilância espalhados no cruzamento onde foi espancado. “A polícia não está reunindo as evidências das filmagens, mas está tentando me incriminar.”

Apesar do espancamento, o pastor Tete conseguiu se libertar das amarras e escapar para a sua casa. Ele deixou todos os seus pertences para trás e depois foi acolhido por sua igreja local, de onde recebeu socorro e vem obtendo apoio, segundo o Charisma News.





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com