WhatsApp_Image_2021-07-12_at_21.24.09-removebg-preview-300x235

Acusado de apologia à pedofilia em filme, Gentili já foi seminarista


O apresentador Danilo Gentilli passou a ter o seu nome amplamente repercutido nas mídias sociais nos últimos dias, assim como do ator Fábio Porchat, após o surgimento de inúmeras críticas contra ambos devido ao filme “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola“, acusado de fazer apologia à pedofilia.

Apesar do filme ter sido lançado em 2017, só agora um trecho do filme chamou atenção de alguns espectadores. Se trata da parte onde um homem adulto, interpretado no papel de professor por Porchat, tenta coagir dois adolescentes, pedindo para que eles o masturbem em troca de favores.

Críticos viram na cena uma associação indevida da prática de pedofilia à piada, tendo em vista se tratar de um personagem cômico em um filme de comédia. Para a psicóloga Marisa Lobo, por exemplo, autora de livros que abordam a temática familiar, o “problema é que a cena exibida no filme de Gentili não retrata o personagem de Porchat como um vilão, de fato.”

“O trecho não mostra um homem criminoso, repulsivo e perigoso que está tentando cometer a atrocidade do abuso sexual, e onde o sofrimento das vítimas é destacado diante de uma situação criminosa”, explica Marisa.

“O filme mostra, isto sim, um personagem cômico que abertamente não apenas pede para ser masturbado, como também defende a prática como algo ‘normal’, de modo que a recusa seria ‘preconceito’ por parte dos adolescentes”, completou a psicóloga em um artigo publicado no Pleno News.

Gentilli já foi seminarista

No meio das críticas ao filme baseado em um livro de Danilo Gentilli, o jornalista e influenciador Sérgio Pavarini fez uma publicação lembrando do passado religioso do apresentador do SBT, destacando que ele já foi líder de jovens numa igreja batista.

“Em algum lugar do passado… De Bíblia na mão, Danilo Gentili na época em que era líder de juventude batista. Ele chegou a ser seminarista por alguns meses”, lembrou Pavarini. Em resposta, um seguidor fez um relato pessoal.

“Tenho um amigo pastor que era amigo dele nessa época e confirma que o Gentili era Batistão”, comentou o internauta. O apresentador, de fato, pensou em ser pastor evangélico, segundo a revista Quem. “[Ele] fez parte da Igreja Batista e disse que chegou até a pensar em ser um pastor”, diz o editorial.

Assine o Canal





Gospel Mais Notícias

ADDRESS

908 New Hampshire Avenue #100, Washington, DC 20037, United States

PHONES

Phone: +1 916-8745-2235
Mobile: +1 916-875-22345
Fax: +1 916-8745-22357

E-MAIL ADRESS

email@email.com